Agronegócio liderou a geração de vagas de emprego no país até agosto

Fonte: Jornal Valor Econômico / via Milk Point. 


A agropecuária liderou a geração de novas vagas de emprego no país de janeiro a agosto, indicaram dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) destacados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Foram criados 98.320 postos no setor no período.


Segundo a entidade, as atividades que mais abriram vagas neste ano no campo foram cultivo do café (17.741), apoio à agricultura (17.227), cana-de-açúcar (12.219), soja (11.136), bovinos (8.481), frutas de lavouras permanentes — exceto laranja e uva — (5.987) e criação de aves (4.745).


Conforme a CNA, São Paulo, com a criação de 66.235 postos de trabalho, foi o Estado com melhor resultado na agropecuária em 2020, seguido por Minas Gerais (8.585 novas vagas), Goiás (7.098), Bahia (5.390), Mato Grosso (4.509) e Paraná (3.798).


No total, incluindo todos os setores da economia, houve o fechamento de 849.387 vagas de trabalho no país de janeiro a agosto.

Publicado: 05/10/2020 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!