Inovação é prioridade para as cooperativas brasileiras, destaca a OCB

Fonte: OCB.


Mais de 80% das cooperativas brasileiras consideram a inovação um fator fundamental e já incluem essa temática em seus planejamentos estratégicos. A informação faz parte de uma recente pesquisa realizada pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), que traçou um painel do setor na atualidade.


“Há, sim, investimentos focados nesse aspecto tão essencial para aumentar a competitividade das cooperativas. 84% delas têm inovação no planejamento estratégico. O que pretendemos, agora, é atuar para que esse percentual chegue a 100%”, afirmou Márcio Lopes de Freitas, presidente do Sistema OCB e titular da Academia Nacional de Agricultura da SNA.


Segundo a pesquisa, duas em cada três cooperativas já contavam com projetos de inovação antes da pandemia, elaborados em diferentes setores, incluindo o setor agrícola.


Para Freitas, o resultado “também reforça o propósito de promover e estimular a cultura da inovação entre as cooperativas, que foi uma das diretrizes definidas por mais de 1.6 mil lideranças no 14º Congresso Brasileiro do Cooperativismo de 2019”.


Iniciativas


Nesse contexto, o Sistema OCB tem trabalhado para a concretização desse objetivo. Em 2020, a organização lançou o site inova.coop.br, onde é possível acessar cases, cursos, ferramentas, livros digitais, além de matérias, entrevistas e diversos outros subsídios para a inovação.


Além disso, a OCB lançou as primeiras turmas do Programa de Formação de Agentes de Inovação, com representantes de cooperativas e de unidades do Sistema, que terão o papel de estimular a cultura e prática inovadoras dentro do ecossistema cooperativista.


A organização também prepara o lançamento do programa Conexão com Startups e Semana Coop de Inovação, ambos previstos para ocorrerem ainda em 2021.


“Nós temos visto ao longo da história humana que fora da inovação não há solução durável. E, nas cooperativas, essa busca constante pelo aperfeiçoamento de seus processos, produtos e serviços é algo que faz parte do DNA delas. É isso que assegura que as nossas coops ampliem sua competitividade no mercado. Inovar é a resposta”, enfatizou o presidente da OCB.


Tendências


A pesquisa realizada pela organização também revelou que o tema cooperativismo tem uma receptividade cada vez maior.

“O cooperativismo acompanha as transformações do mercado, mas busca seu jeito próprio de inovar. Entende as demandas dos seus públicos, mas não perde sua essência, mantendo as pessoas no centro de suas decisões e seus princípios vivos”, ressaltou Freitas.


Entre as tendências apontadas pelo presidente da OCB estão os programas que sistematizam a inovação dentro das cooperativas, e o cooperativismo de plataforma com ecossistemas integrados, que potencializam os negócios cooperativos no formato digital e posicionam o cooperativismo na nova economia.


Em 2020, a OCB lançou um curso online e um e-book sobre tendências. Matérias específicas sobre o tema têm sido publicadas no site do Inovacoop. Além disso, a organização deverá publicar, nos próximos meses, mais um e-book focado nas tendências para o cooperativismo e outro estudo voltado para essa temática.


Visibilidade


“Precisamos dar visibilidade ao nosso propósito. Comunicar mais e melhor quem somos, como atuamos e nossos valores. Os valores do cooperativismo são bem atuais e totalmente conectados com a nova economia”, defendeu Freitas.


“O aprendizado constante é nosso presente e nosso futuro. A capacidade de aprender, reinventar e se adaptar é cada vez mais importante para lidar com as transformações”.


Acesse aqui a pesquisa da OCB.


Publicado: 10/03/2021 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!