Para novo presidente da bancada ruralista, este é o melhor momento para a pautas do agro avançarem

Fonte: Jornal Valor Econômico / via SNA/ 


O novo presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Sérgio Souza (MDB-PR), disse hoje que este é o melhor momento para avançar com pautas “caras” ao agronegócio no Congresso e que há uma convergência inédita entre a bancada, o Parlamento e o presidente da República.


“Há uma convergência que nenhum outro presidente da FPA teve nas gestões passadas. Estamos passando pelo melhor momento da convergência da vontade e da possibilidade”, afirmou Souza no discurso de posse do comando da bancada ruralista. O parlamentar assume o posto até então ocupado pelo deputado Alceu Moreira (MDB-RS).


Em sua fala, Souza destacou que existe uma convergência com os novos presidentes da Câmara e do Senado, com o ministério comandado por Tereza Cristina e na articulação política dentro do Palácio do Planalto. “E no pensamento ideológico do presidente Bolsonaro”, acrescentou.


“É o melhor momento para avançarmos nas pautas caras ao setor produtivo. Vendem uma imagem no estrangeiro e na sociedade brasileira de que nós não produzimos com sustentabilidade, alimentos de qualidade e com responsabilidade ambiental, quando fazemos isso melhor que qualquer país do mundo”, disse o deputado.


Segundo ele, a bancada tem três prioridades para este ano: regularização fundiária, licenciamento ambiental e nova lei de defensivos agrícolas.


Expectativas


Durante a cerimônia de posse da nova diretoria da FPA, a ministra Tereza Cristina afirmou que a bancada ruralista vai precisar contar com apoio maior do Senado para que as pautas do agronegócio avancem no Congresso Nacional. Ela também declarou que o desafio, com a continuidade da pandemia, será garantir equilíbrio de preços dos produtos agrícolas à população brasileira.


“Vai ser um ano bom por um lado, mas difícil por outro. Temos uma safra recorde a ser colhida, com problemas pontuais em alguns estados, mas temos problemas de preços, e temos de ficar atentos. A sociedade brasileira espera do Congresso e do governo que as coisas tenham equilíbrio”, disse a ministra. “Temos de abastecer o mercado interno e os mercados externos”.


Novo momento


A ministra minimizou a divisão que houve entre líderes da bancada na votação para a Presidência da Câmara dos Deputados. O novo presidente, Arthur Lira (PP-AL), cancelou a participação na solenidade da FPA. Tereza Cristina disse que agora é um “novo momento” para que a bancada consiga ter ainda mais resultados.


“Temos uma nova Câmara, um novo Senado, novos presidentes. Estou muito feliz pelo empenho que nossa frente teve, de cada um que trabalhou com seu bloco democraticamente. Agora estamos todos juntos para um novo momento, de pensarmos nos desafios que temos no Congresso, para que as pautas do agro possam caminhar e possamos ter mais resultados”.


Na ocasião, a ministra direcionou um pedido especial ao Senado. “Vamos precisar muito do Senado. Na Câmara, temos mais de 200 deputados, mas o Senado é importantíssimo para que projetos tenham celeridade e possam ser votados”.

Publicado: 02/02/2021 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!